5 dicas para ensinar educação financeira para crianças

Notíciasout, 28 - 2021

5 dicas para ensinar educação financeira para crianças

Saber gerir o próprio dinheiro é uma habilidade essencial para a vida adulta, mas você sabia que aprender educação financeira também é fundamental na fase infantil

Ensinar finanças para crianças é ótimo, pois além de desenvolver o senso crítico em relação ao dinheiro e a conscientização em relação a poupar, pode trazer momentos divertidos para o convívio familiar! 

Quer saber como fazer para inserir a educação financeira infantil de forma leve e divertida no cotidiano das crianças? Confira essas 5 dicas!

Dica 1: Mantenha um cofrinho

 

Ter onde guardar o dinheiro de forma organizada é essencial para ajudar os seus filhos a tomarem consciência da importância de acumular, seja moedas ou notas. O cofrinho irá tornar o aprendizado de finanças para crianças mais lúdico e divertido.

É importante que os pais expliquem o porquê dessa ação e que conversem com os pequenos sobre as suas metas e planos com aquele dinheiro. Também será preciso estabelecer uma data para abrir o cofrinho, assim as crianças aprenderão a ter mais paciência e menos impulsividade na hora de gastar. 

Dica 2: Criatividade e empreendedorismo

 

Estimular o espírito empreendedor é outra forma prática de ensinar educação financeira para crianças. Você pode também aproveitar essa dica para incentivar a criatividade e o desenvolvimento dos próprios talentos e interesses dos pequenos. 

Um exemplo disso é o talento para a cozinha, se a criança tiver interesse e gostar de cozinhar, você pode incentivar a venda de alguns brigadeiros. Agora, se o seu filho tiver talento para a pintura, que tal vender alguns de seus quadros ou desenhos, ou até incentivar que ele faça trabalhos manuais e artesanatos para vender? 

Outra opção é oferecer pequenas recompensas em dinheiro para que eles façam tarefas extras em casa, além das obrigações diárias.  

Dica 3: Gestão do dinheiro e economia

 

Uma dica importante para ensinar finanças para crianças é mostrar a elas que o dinheiro que ganharem deverá ser suficiente por um período de tempo, por exemplo, com uma mesada. Dessa forma elas irão entender que precisam saber como gastar e gerir aquele dinheiro até que recebam outra quantia novamente. 

Outro tópico essencial é fazer com que a criança entenda a importância de evitar desperdícios. Economizar água e energia é uma forma de entender que cada coisa tem seu valor e que não podemos desperdiçar nada. 

Dica 4: Conscientização

 

Desde cedo é fundamental fazer com que as crianças entendam os malefícios de compras impulsivas e do consumo em excesso. É preciso que elas compreendam que o dinheiro deve ser usado a nosso favor. 

Para isso, os pais podem ensiná-las a se perguntarem: eu realmente preciso disso agora? Tenho o dinheiro necessário para essa compra? Além disso, para crianças mais velhas é possível incentivá-las a manter um diário de anotações com seus ganhos e gastos. 

Dica 5: Empatia e doação 

 

Por fim, um aprendizado fundamental da educação financeira infantil é a empatia e a doação, para evitar que eles se tornem adultos egoístas e até mesmo, acumuladores. 

Separar objetos pessoais e roupas para doação a cada seis meses, por exemplo, é uma ótima maneira de ajudar o próximo e ensinar sobre empatia, doação e solidariedade. 

 

Gostou das dicas? Colocá-las em prática e ensinar sobre finanças para as suas crianças com certeza irá trazer resultados muito positivos! Quem sabe na próxima ida ao mercado elas possam comprar um bolinho Adoleta da Seven Boys com o próprio dinheiro?!

 

Veja também:

Você sabe como trabalhar a autoestima das crianças?

Conheça a importância de acompanhar a vida acadêmica dos seus filhos

Aprenda a criar um quadro de rotina infantil para alimentação