personagem
Cinco coisas que só quem é mãe entende

Notíciasmaio, 02 - 2019

Cinco coisas que só quem é mãe entende

A maternidade é uma experiência única e que provoca transformações inimagináveis. As situações totalmente inéditas exigem da mãe, ainda tão recente, uma prova diária de força e habilidade. Desempenhar este papel acaba exigindo um novo comportamento que transforma a sua forma de encarar a vida e o mundo. Por isso, para comemorar o Dia das Mães, listamos cinco coisas que todo mundo escuta, mas só quem é mãe consegue verdadeiramente entender o significado delas.

Um amor diferente de tudo

Parece clichê dizer isso, mas quem é mãe sabe que o amor pelos filhos é algo sobrenatural e inexplicável. Não chega nem perto de qualquer sentimento que já se tenha experimentado. O coração parece que vai transbordar!

A difícil missão de educar

Erros e acertos, sorrisos e lágrimas. Os filhos não vêm acompanhados de um manual de instruções e é por isso que educá-los é uma tarefa tão desafiadora. A responsabilidade de ajudar a formar um ser humano é árdua e, ao mesmo tempo, recompensadora. É difícil. Mas quem disse que seria fácil, não é mesmo?

Dormir? Nunca mais

Seja na fase do recém-nascido, ou quando a criança acorda no meio da noite e vem para a cama dos pais, ou quando resolve madrugar em pleno final de semana… Acredite: as noites de sono nunca mais serão as mesmas. Quando crescem começam as noitadas com baladas. Diga, portanto, adeus à tranquilidade.

O melhor estímulo

A motivação para ir ao trabalho, mudar de emprego, de casa, de carro, de cidade… Aquela força de vontade a mais para superar seus próprios medos, vencer barreiras e obstáculos, para ser uma pessoa melhor… Filhos são um grande e eterno estímulo na vida.

A prioridade sempre

Na vida de uma mãe os filhos são a prioridade. Na hora de comer, na hora de fazer compras, na hora de estabelecer os compromissos… Eles estão em primeiro lugar sempre e fazer isso é quase que automático. Afinal, que mãe nunca saiu pensando naquele vestido novo e voltou apenas com presentes para os filhos?

Por Thamyê Bloes